Viver em Dublin: achando acomodação

Acomodação é um dos tópicos que mais preocupam os intercambistas. A maioria viaja com apenas algumas semanas reservadas e não pode demorar muito para achar algo definitivo. A internet é a maior aliada nesse momento. Em Dublin, no geral, os estudantes pegam vagas que eram ocupadas por outros estudantes.  Grupos no Facebook e sites como daft.ie e rente.ie são os locais mais utilizados para procurar uma casa.

Onde morar

Dublin é dividida por regiões numeradas. O norte ganha os números ímpares e o sul, os pares. A maioria das escolas fica no centro da cidade, D1 e D2. Por isso, os estudantes preferem morar em áreas mais centrais. D1, D2, D3, D6 e D8 são as mais procuradas. E os landlords (proprietários) sabem disso e têm aumentado o aluguel. Morar no centro tem a vantagem de não precisar de transporte para ir para a escola, supermercado, lojas, porém o intercambista tem que estar disposto a pagar um pouco mais. Uma vaga em quarto compartilhado custa por volta de 300-350 euros.

Se o estudante estiver disposto a sair do centro da cidade, ele pode achar boas ofertas. Em certas regiões, o aluguel de um quarto privado é o mesmo que de um compartilhado no centro. Outra vantagem é a possibilidade de conviver com locais. Os irlandeses preferem morar em bairros mais distantes, onde é mais tranquilo e as acomodações são mais amplas.

Pegadinhas

A ansiedade para achar uma acomodação pode fazer com que o intercambista caia em algumas ciladas. Não faz mal procurar uma vaga antes de embarcar. Porém é aconselhável fechar antes de conhecer o lugar. O ideal é visitar assim que chegar na cidade e aí sim pagar o depósito, taxa, normalmente, no valor do aluguel que se recebe de volta ao sair. Fique atento a aluguéis muito baratos. É sempre bom pesquisar antes de aceitar qualquer coisa.

[gravityform id=”55″ title=”true” description=”true”]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *