Mercado de TI na Irlanda Entrevista com Wilton

Como está o mercado de TI na Irlanda? Esta é uma das dúvidas comuns de quem é da área. Resolvemos então trazer neste artigo de hoje, a experiência do brasileiro Wilton de Oliveira Rodrigues através da entrevista feita pela consultora Carrubla Ficanha.

Mercado de TI na Irlanda - Entrevista com Wilton
Fonte: Acervo pessoal.

Carrubla: Você já tinha experiência na área de TI no Brasil?
Wilton: Sim. Trabalho na área de TI desde 1995.

Carrubla: Quando você se planejou para fazer intercambio, escolheu Dublin por causa do mercado de TI na Irlanda?
Wilton: Sim. Uma amigo que mora em Barcelona estava de férias no Brasil em Dezembro de 2014. Ele me falou sobre as oportunidades e do visto especial para profissionais de TI na Irlanda. Em Maio de 2015 estava de férias em Londres e decidi passar uns dias em Dublin e me apaixonei. Voltei ao Brasil. Fiz contato com a WICE e em 09/08/2015 desembarquei de volta em Dublin, para estudar na DCU.

Carrubla: Quando você chegou, tentou buscar emprego na área logo no primeiro mês?
Wilton: Cheguei em 09/08/2015, as minhas aulas começaram no dia seguinte 10/08/2015 e em 31/08/2015 enviei os primeiros currículos.

Carrubla: Quanto tempo levou para conseguir uma entrevista? E conseguir um emprego no mercado de TI na Irlanda?
Wilton: Já fiz a primeira entrevista no dia seguinte 01/09/2015. Consegui o trabalho em Outubro e comecei part-time em 27/10/2015 enquanto estava em processo do visto de trabalho. Tirei o GNIB Stamp 1 em 02/12/2015 e comecei a trabalhar full-time em 04/01/2016.

Carrubla: O que achou de fazer entrevista em inglês para a sua área logo na Irlanda?
Wilton: Fiz mais de 100 entrevistas, tenho que admitir que as primeiras foram praticamente impossíveis de entender. Principalmente porque normalmente primeiro você faz a primeira entrevista por telefone.

Carrubla: Você passou em mais de uma entrevista e pode escolher o empregador?
Wilton: Passei em várias entrevistas. Os processos seletivos de TI são bem mais complexos do que para “subempregos”. Geralmente tem 4 fases – Entrevista com RH por telefone. Prova de conhecimentos técnicos. Entrevista técnica. Entrevista com o Gerente de contratação, varia de empresa para empresa. Em cheguei ao final em processos e passei em 4 empresas: três de Dublin e uma de Killorglin. Optei pela empresa que me deu as melhores condições e trabalho aqui em Dublin, na região de EastPoint Dublin 3.

Carrubla: Comparado com o salário no Brasil e o poder aquisitivo que o trabalhador no Brasil tem com relação ao trabalhador na Irlanda, você considera que no Brasil a renda do mercado de TI é melhor para o custo de vida?
Wilton: Isso é igual em todas as áreas quando comparamos Brasil com Irlanda. Aqui o poder aquisitivo dos salários é muito maior. O salário inicial de um profissional de nível pleno aqui, equivale ao salário de um profissional sênior experiente no Brasil.

Carrubla: Quais os maiores obstáculos que você enfrentou para conseguir uma vaga no mercado de TI na Irlanda?
Wilton: A língua e o sotaque irish foram meus obstáculos, que superei rapidamente tendo em vista que consegui o emprego em 2 meses.

Carrubla: O que você faria diferente se pudesse voltar atrás?
Wilton: Talvez aplicaria para algumas empresas grandes após estar com o Inglês melhor, pois em algumas empresas você sendo reprovado em um processo você só pode tentar novamente após 6 meses.

Carrubla: Qual recado você dá para o pessoal que está no Brasil e é da área de TI?
Wilton: Façam um perfil em inglês no Linkedin. Apliquem sem medo para as vagas via Linkedin e irishjobs.ie. Invistam no Inglês, Inscrevam-se na comunidade https://www.facebook.com/groups/ITinDublin/, todo primeiro sábado de cada mês fazemos encontros com em média 100 pessosas em algum pub em Dublin. No encontro além de sorteio de brindes, algumas oportunidades são anunciadas e, o mais importante, o Networking.

Gostaria de conversar com a autora deste artigo? Entre em contato com ela ou sua equipe através do formulário abaixo!
[gravityform id=”49″ title=”false” description=”false”]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *