Intercâmbio: 5 motivos para escolher a Irlanda

Milhares de pessoas têm interesse em fazer intercâmbio. Muitas são as dúvidas. A primeira delas é: “para onde eu vou?”. A resposta depende do objetivo de cada um. Independentemente das individualidades, aparecem desejos mútuos como viajar, conhecer outras culturas, aprender ou aprimorar o inglês (língua universal) e se desafiar.

Pensando nisso, listamos os cinco principais motivos que fazem os estudantes optarem pela Irlanda. Confere aí:

1. Fica na Europa  

Diferente de outras ilhas, como na Oceania, a Irlanda faz parte da União Europeia, o que garante mais facilidade de acesso aos outros “países irmãos”. Fica mais fácil viajar dentro do continente quando você tem um visto europeu.

A diversidade cultural também é maior, já que pessoas de qualquer parte da Europa podem morar na Irlanda. Logo, fica comum encontrar espanhóis no pub, morar com alemães, ter professora da Lituânia, trabalhar com italianos… Viajar também fica mais barato. Há voos de baixo custo por companhias aéreas irlandesas (promoções incrédulas de até €2 – sim, dois euricos – por passagem), ônibus que cruzam países (Alemanha pra Praga, por €9 – nove euros), além de trens e cruzeiros. Sem falar no vasto conhecimento histórico e  experiências que estas viagens tratão a sua vida. Afinal, “o conhecimento é a única coisa que ninguém pode nos tirar”.

2. Facilidade de visto

Adorei a Europa, quero viajar pra caramba, mas… preciso de visto prévio? Não! Esta é a grande vantagem em optar por cursos de idioma na Irlanda. Você não precisa esperar aprovação de visto para viajar. Seguindo os passos indicados pela agência de intercâmbio, você apresenta os documentos necessários na chegada ao país. Ou seja, eles verão o interesse pelo visto de estudante e, como aos turistas, lhe darão de um a três meses para regularizar isso (fazer o GNIB – stamp 2 – visto que garante permanência de oito meses para estudo e trabalho, com possibilidade de renovação). Se for feito tudo como exige a lei irlandesa, não há motivos para se preocupar.

3. Idioma   

A Irlanda tem o inglês como língua oficial. Além de ser universal, é o idioma mais falado na própria Ilha. Muitas placas e locais públicos oferecem o irlandês como segunda opção, pois no interior do país, escolas e em famílias mais tradicionais ainda se mantém este costume. Mas fique tranquilo, você não tem a necessidade de aprender irlandês, a menos que tenha interesse.

4. Permite trabalho

Como falado a cima, o stamp 2 permite estudo e trabalho. Logo, a Irlanda é um dos poucos países que permite que você faça as duas coisas ao mesmo tempo. Explico. Enquanto você é estudante e vai pra escola em um turno (manhã ou tarde), você pode trabalhar 20 horas semanais. A carga horária diária ou o número de dias trabalhados na semana variam, com tanto que respeitem o limite por lei. Passadas as 25 semanas de escola, você pode ampliar a carga horária semanal de 20h para 40h.

Pra quem viaja com o dinheiro contadinho ou no aperto, a possibilidade de trabalhar faz toda a diferença. Qualquer trabalhador registrado ganha a base de €9,25 por hora (com previsão de €9,55 para 2018) . Dá pra pagar o aluguel, se manter, comprar presente pra família, viajar e, se planejar, guardar.

5. Custo/benefício

O aluguél, em geral, é caro? É. Porém, a Irlanda está entre os países com melhor salário base (já citado acima). Diferente de outros co-irmãos europeus, que ainda se reerguem da crise, a Irlanda tem uma economia em visível ascenção.

A oferta de emprego é diversificada e, especialmente com o Brexit (saída do Reino Unido da UE), estão surgindo novos postos de trabalho. Sedes de multinacionais, como Google e Facebook, além de várias outras terceirizadas, estão na Ilha.

Enquanto aluguel representa a maior parcela de despesas fixas mensais (em geral), a alta circulação de produtos irlandeses garante preços mais acessíveis quanto a alimentação. Carne, ovos, leite e derivados, ganham destaque e fazem parte da nossa base alimentar. A proximidade de outros países e facilidade de importação, também garantem muitas opções de compra no varejo e comércio em geral. Sem falar nas compras online, feitas sem taxas de entrega na maioria dos casos. [Atenção: cuidado com a conversão de moedas. Quando você ganha em euro, seus gastos são proporcionais ao seu salário. O poder de aquisição muda quando se recebe em euro.]

 

E aí?! Se empolgou com a Irlanda? Mande suas dúvidas para a Wice. Ficaremos felizes em lhe ajudar a realizar seu sonho e ir além!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *