Imigração irlandesa anuncia mudança no pagamento de visto

A Imigração irlandesa não está mais gerando boleto para o pagamento da taxa de 300 euros desde semana passada. Este valor é cobrado para emissão do Irish Residence Permit (IRP) – visto de estudante pelo período de oito meses na Irlanda, antes chamado GNIB.

Segundo a Gerente de Suporte ao Aluno Wice, Edvania Aquino, o governo passou a aceitar apenas pagamento em débito. Este método já era feito por muitos intercambistas, em especial aos que já tinham cartão de algum banco irlandês ao fazer o visto.

Edvania dá algumas dicas e opções de pagamento da taxa:

cartão internacional do Brasil: lembrando que há IOF (taxa de transferência bancária);

cartão de crédito;

cartão VTM (Visa Travel Money).

Uma das novidades, que tem facilitado o pagamento desta taxa para quem não tem conta bancária ativa, é o cartão de débito da Three (operadora de telefonia irlandesa). Edvania explica que para utilizar este método é preciso ter um chip da operadora. Com isso, solicita-se o cartão de débito (debit card), o qual pode ser utilizado como cartão pré-pago. “Este cartão é aceito pela Imigração.”, afirma. A primeira recarga dele, de até 150 euros, é gratuita. A partir da segunda recarga, é paga a taxa de 1 euro a cada 50 euros carregados. Neste caso, para completar 300 euros necessários, o estudante teria uma taxa de 3 euros ao utilizar este cartão.

 

Como fazer o visto: agendamento, documentos e o que levar na Imigração

Quem deve fazer: toda pessoa que não for cidadã europeia e deseja permanecer na Irlanda por mais de 90 dias deve solicitar a permissão ao país.

Agendamento na Imigração: no caso de intercambistas com interesse no visto de estudante (curso de idiomas, graduação, mestrado…), é preciso agendar atendimento na Imigração pelo portal online aqui. O agendamento pode ser feito antes mesmo da chegada à Irlanda, para reduzir o tempo de espera. Esteja com seu passaporte em mãos ao agendar.

Antes de comparecer ao agendamento:

  1. Tenha um endereço de residência fixo. O IRP será enviado para você diretamente, por isso, evite fornecer dados de endereços temporários (até porque, na maioria dos casos, acomodações temporárias não permitem que você use o endereço para questões legais);
  2. Cheque todos os seus documentos com a escola: carta da escola, a qual comprova que você está matriculado e período de curso quitado; seguro saúde governamental;
  3. Verifique a data de vencimento do seu passaporte. Evite viajar com passaporte que expire no período inicial (normalmente oito meses) em que estiver na Irlanda. Há possibilidade de pedir um novo documento pela Embaixada Brasileira de Dublin, porém, se tiver a chance de fazer isso no Brasil antes de embarcar, melhor;
  4. Tenha um extrato ou apólice atual que comprove o valor de €3000 (três mil euros) em seu nome. Este valor é exigido pela Imigração como prova de que você conseguirá se manter financeiramente no período do curso.

No dia do apontamento na Imigração, leve:

– cópia do agendamento online (enviada via e-mail), na qual consta o endereço e horário para comparecimento (As filas de madrugada já eram! Ainda bem!);

– carta da escola;

– seguro saúde governamental;

– passaporte válido e com carimbo da entrada no país;

– comprovante dos €3000 (três mil euros), o qual pode ser uma apólice dada pelo Correio ou extrato bancário ou extrato do VTM;

– €300 (trezentos euros) para pagamento da emissão do IRP (formas citadas a cima).

Dúvidas sobre este processo e outras que surgirem podem ser encaminhadas para a equipe de suporte ao aluno da Wice. Ficaremos felizes em lhe ajudar a realizar seu sonho de forma mais simples e clara.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *