Custo de vida Dublin: economizando

Moradia, transporte e alimentação são os gastos principais de um intercambista na Irlanda. Porém, você sabia que é possível cortar alguns deles?

Transporte

Se você utiliza o transporte público regularmente, o seu gasto mensal com transporte gera em torno de 100 euros. Uma dica para quem quer economizar com o transporte é adquirir uma bicicleta.

Dublin é, no geral, uma cidade plana. Por isso, andar de bicicleta pela cidade não é uma tarefa difícil.  As áreas mais centrais possuem ciclovias e os motoristas tendem a respeitar os ciclistas. É possível comprar uma seminova por 60-80 euros.

Outra opção é o sistema “dublinbikes”. Se você tem mais de 14 anos, pode utilizar essas bicicletas por 20 euros anuais. O serviço funciona assim, você pode pegar uma bicicleta em umas das estações, utiliza por 30 minutos e a devolve em uma estação perto do seu destino. Esse serviço é voltado para quem mora ou trabalha pela região central, já que as estações ficam no centro da cidade.

Alimentação

Uma forma de economizar com alimentação é trabalhando em restaurantes. Muitos estabelecimentos, oferecem refeições aos funcionários no período trabalhado. Por exemplo, o almoço ou o jantar do dia pode estar garantido se, por exemplo, for um garçom ou ajudante de cozinha. Até os seus flatmates (companheiros de casa) podem ser beneficiados, já que é comum levar o que não foi vendido para casa.

Moradia

O maior gasto de um intercambista a é com moradia, entre 300 a 350 euros mensais. Porém, existe uma forma de cortar essa despesa do seu orçamento. Alguns hostels ou guesthouse (casas em que você pode alugar um quarto) oferecem hospedagem gratuita em troca de serviços. No geral, são de 10 a 20 horas semanais. Entre as tarefas, estão arrumar as camas, lavar banheiros e áreas comum, ajudar no café da manhã e na recepção.

Em Dublin desde julho de 2015, Felipe Lobo mora em um hostel há 4 meses. Em troca de moradia, ele trabalha 4 dias por semana entre 4 e 5 horas diárias. “ Eu decidir me mudar por 3 motivos. Primeiro, estava com dificuldade para arrumar emprego pelas manhãs, até procurei outros trabalhos, porém aqui foi o que me chamou antes. Segundo, eu estava  guardando grana para renovar o intercâmbio. Eu consegui economizar muito e continuo economizando. O terceiro motivo era melhorar o inglês, conviver com pessoas de outras nacionalidades.”

[gravityform id=”55″ title=”true” description=”true”]

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *